Prevenção à Violência Doméstica e Sexual

polo

Proteção Social de Média Complexidade

  • Disseminação de informações por meio de oficinas temáticas para públicos diferenciados (crianças, jovens, adultos, organizações sociais, etc.)

  • Atendimento psicossocial

História
Em 2004, o Círculo de Trabalhadores Cristãos de Vila Prudente foi uma das 22 organizações sociais escolhidas pelo Instituto Sedes Sapientiae para multiplicarem o premiado Projeto de Prevenção à Violência Doméstica, por meio de uma formação teórica e a elaboração de um projeto próprio, com ações a serem desenvolvidas em suas regiões.
O Serviço Social e o Centro da Criança e do Adolescente do Círculo elaboraram o projeto, ampliando-o para a prevenção do abuso sexual. Multiplicaram as informações aos Centros de Educação Infantil, que elaboraram, cada um, o seu plano de ação.
A iniciativa concorreu e ganhou o apoio financeiro do Instituto WCF Brasil (Childwood- Brasil), em 2006 e 2007.

Prática
Com o nome  Polo de Prevenção à Violência Doméstica e Sexual, o projeto tem por objetivo disseminar informações de prevenção à violência doméstica e sexual. O público alvo são beneficiários e funcionários da entidade e, também, da rede de parceiros.
Sua prática acontece por meio de encontros de funcionários, com formação teórica continuada – palestras, dinâmicas de grupo, leituras e reuniões técnicas.
Com os beneficiários, são realizadas oficinas temáticas com metodologia participativa – teatro de fantoches e leitura de histórias, atividades de recorte e colagem, etc.
Na rede de parceiros, organizações governamentais e não governamentais, são realizadas intervenções – atendimento compartilhado de situações.

Premiações
Pela sua abrangência multiplicadora na disseminação de informações de prevenção e facilitadora às denúncias, recebeu três menções honrosas do Prêmio Betinho de Cidadania, uma Salva de Prata do Prêmio Milton Santos e foi incluído na Rede Não Bata, Eduque, do Rio de Janeiro.

Atendimento Psicossocial
Desde 2013, o projeto conta com atendimento psicossocial a crianças e adolescentes vítimas de violência doméstica e sexual, realizado por psicólogas e psicopedagogas.